Reecontro com amigos da Juventude II



Click to Download this video!

Ola pessoal, depois de varias aventuras sexuais que ocorreram na nossa vida, hoje somos pessoas mais felizes, temos uma cumplicidade uma amizade diferente independente do Amor que sentimos um pelo outro, neste tipo de relacionamento não pode haver mentiras, traições, desonestidade, pode ocorrer algum imprevistos sim claro que pode, e um risco, mais as pessoas tendo uma boa cabeça, sabendo bem o que pretende, sabendo bem o que
quer o risco e menor, mais a satisfação e o prazer e maravilhoso, só mesmo quem curte este tipo de relacionamento pode intender o que estou falando, e uma fantasia de troca de prazer, não somos donos de ninguém se o homem pode dar suas puladinhas com outra mulheres, porque não sair junto com ela para ela sentir o mesmo prazer, tem Casal que curte outros casais, nos por exemplo curtimos mais homens mesmo sozinho, já tivemos sim algumas experiencia com casais mais na verdade não é o que curtimos, hoje nos sentimos muita feliz sem cobranças, a historia que vou contar hoje e uma continuação da festa de reencontro com amigos da Juventude.
Bem o que ocorreu e o seguinte, como já comentei na festa acabamos encontrando amigos que a muito tempo não nos víamos, e por sinal ela reencontrou um namorado do tempo de Juventude, namoro honesto sem sexo, segundo ela a unica coisa que fez com ele foi segurar a rola dele, somente isto, dançou com ele, o Érico, que a muito pouco acabara de ficar viúvo, e na dança ela disse que ele ficou exitado, e esfregava nela, ela por sua vez estava correspondendo, e assim conversaram e trocaram telefones, quando foi num dia eu cheguei em casa do serviço e noite já na cama ela me alisando me contou que o Érico havia ligado, e que conversaram bastante e que ele convidou ela para tomar um chops, eu então disse a ela que a intenção dele era foder com ela, ela me respondeu que sabia disso, eu perguntei e você quer, ela respondeu que gostaria, eu então disse então vai, depois me conta como foi assim ficou acertado.
Um belo dia ela me avisou que iria sai com o Érico, eu disse tudo bem, e saiu, fiquei em casa de pau duro só imaginando ela gemendo numa rola acabei ate gozando, acabei adormecendo, ela chegou umas 3 horas da manha.
Eu acordei com o barulho, e já estava de rola dura, eu estava pelado na cama ela tirou a roupa deitou-se e ficou me contando, que foram para um barzinho beberam alguma coisa, ele a convidou para ir a um motel, ela e claro aceitou, lá ele começou chupando ela ela chupou ele, e me disse que a rola dele e mais ou menos do tamanho da do meu amigo Fernando 19 cm, mais grossa, ele meteu muito nela chamou ela de puta, bateu nela, mais tapinhas, dizendo sua filha da puta deixou o corno em casa para dar para mim né vagabunda, e metia forte, meteu de todos os jeitos, comeu a bunda dela por duas vezes, ela me disse que acha que ele tomou alguma coisa, a rola dele não amolecia, demorou muito para gozar, metia na bunda na boceta, foi muito bom, eu adorei, só em pensar de estar fodendo com o Érico me exitava muito,, nisso eu estava de rola dura ela chupando ele me disse Amor eu não tomei banho estou com a boceta cheia de porra vem chupar vem, e eu acabei chupando a boceta dele com cheiro de porra nossa gozamos muitos, hoje ela sai com ele de vez em guando, eu não saiu junto porque não quero mostrar que eu gosto de uma rola também se eu sair não vou aguentar vou acabar chupando mais curto quando ela chega e comenta e trás a boceta cheia para eu chupar, segundo ela ele perguntou porque ela não toma banho na hora de ir embora ela para não passar por porca falou que eu gosto de chupar a boceta melada de porra, ele respondeu legal, qualquer dia eu vou dar leitinho para ele direto na boquinha dele, isto ficou no Ar. espero que tenho gostado